Pesquisa personalizada

2 de outubro de 2010

É MELHOR SER ALEGRE QUE SER TRISTE... Comer Rezar Amar... O FILME

Depois de mais de um mês sem novidades por aqui, tomei vergonha na cara e resolvi aparecer... rsrs
Na realidade são tantas coisas acontecendo que não tenho tempo e muito menos pique para estar aqui a todo momento como antes.
Dentre tantas coisas, descobri que serei tia-avó novamente. Dessa vez, vem aí a Yasmin, com previsão de chegada entre outubro e novembro.. é isso mesmo, já está bem aí... e a minha sobrinha descobriu a gravidez no sexto mês apenas... mas este detalhe conto qualquer hora... rsrs
Também aconteceu o batizado do João Victor, que ainda não estou com as fotos para fazer uma postagem decente.


Bom, mas o que me motivou a escrever hoje, foi um filme... o COMER REZAR AMAR, com a Júlia Roberts.
Já disse AQUI que este livro foi muito importante em uma fase da minha vida, e que estava ansiosa pelo filme. Pois é... tão ansiosa que tive que assistir ontem mesmo na estréia, rsrs.

Mesmo com minha ansiedade, achei muito longo. É o tipo do filme que você tem que estar mesmo querendo assistir senão desconfio que não aguente.
Pelo que foi mostrado em programas tipo "bastidores", antes de filmar o diretor pesquisou com várias mulheres para saber quais trechos do livro marcaram mais, para fazerem parte do longa. Eu achei que faltou muita coisa que passou desapercebido, mas enfim... vai saber qual o perfil das entrevistadas, não é mesmo?

É bem emocionante, com momentos de um humor sutil, e outros tantos de muitas lágrimas de tristeza ou de alegria (você escolhe quando chorar... rsrs).
Acredito que seja impossível uma mulher assistí-lo, e não se identificar com pelo menos uma situação vivida pela personagem.

O que pecou (como sempre) foi o brasileiro (que de brasileiro não tem nada...), principalmente quando diz através de seu filho de 19 anos, que no Brasil é hábito os pais beijarem os filhos na boca. Será que ninguém tem a digníssima idéia de averiguar com algum nativo, sobre os costumes do Brasil antes de saírem falando besteiras pelo mundo afora?
Mas por outro lado, ouvir tanta bossa nova num filme tão esperado no mundo é muito gostoso.

E por falar na trilha sonora...
É o ponto forte do filme. Apaixonei!
Bem variada, bem gostosa de ouvir...

Acho que quem gostou do livro, gostará do filme.
Já para quem não leu... tenho minhas dúvidas...

Eu gostei! Aliás, as cenas que mais me marcaram, além claro daquelas que me lembram situações reais vividas por mim, foram o casamento da indiana, pelo desespero da noiva, e a esperança de que tudo poderia  dar certo no final,  e a despedida do brasileiro e seu filho... chorei horrores ao ver que amor lindo, verdadeiro e sem vergonha de ser demonstrado (até simpatizei com o "falso" brasileiro depois disso.. rsrs)
INDICO!

E para quem quer ver algumas imagens do filme... Não se preocupe, as cenas não estão na ordem, não estragará a surpresa de quem vai assistir o filme.
video
Better Days , de Eddie Vedder

É MELHOR SER ALEGRE QUE SER TRISTE...
(toca bastante na Indonéisa)

Bom final de semana, e qualquer hora  dessas apareço!

2 comentários:

Si Alem 2/10/10 09:14  

Tô louca pra ver esse filme... e ver o Javier... ai ai ai
Não li o livro. Depois te digo o que achei!
Beijoooo

Pauline Incutto 3/10/10 22:17  

Tô doida pra ver!!! Não li o livro, mas acho que vai ser demais!!!
Te mandei o pacotinho, já deve estar chegando por aí!
Bjs...

online Obrigada pela Visita, e volte sempre!!!

É bom, É MEU!!! Não é bom, NÃO É MEU!!!

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR